domingo, 14 de julho de 2019

Beijo de Ferro - Patricia Briggs - Opinião - Editora Saída de Emergência



Sinopse: Mercy Thompson é mecânica de automóveis e uma rapariga tão bela quanto independente. O seu segredo? Consegue mudar de forma. A sua perdição? Não consegue mudar de lealdade. Como tal, quando o seu antigo mentor é preso por assassínio e deixado a apodrecer atrás das grades pela sua própria espécie, Mercy está disposta a arriscar a vida numa missão solitária para limpar o nome dele. Mas a sua lealdade também vai ser testada de outros lados: os lobisomens não são conhecidos pela sua paciência e, se Mercy não se decide entre os dois de quem gosta, Sam e Adam podem fazer a escolha por ela... Com enredos tortuosos, personagens inesquecíveis e uma escrita dinâmica, Patricia Briggs eleva a fantasia urbana a novos patamares de qualidade.
Criada por lobisomens, Mercy Thompson prepara-se para a aventura da sua vida.

Opinião: Saída de Emergência vamos lá publicar mais livros desta série, os fãs agradecem.
Mercy está de volta e quando o seu grande amigo Zee lhe pede um favor esta não pode recusar principalmente desde que usou armas féericas, no entanto Mercy começa a investigar a cena de um crime e quando esta descobre um cheiro e identifica o assassino pensa que tudo está resolvido mas tudo corre mal e Zee é preso.
Mercy está então numa luta contra o tempo para libertar Zee e tentar descobrir quem matou
O´Donnell, mas parece que este encontra-se envolvido em esquemas obscuros dado que roubou itens féericos e Mercy não os consegue devolver a quem de direito, o tempo começa a esgotar-se e esta não consegue encaixar todas as peças.
Gostei novamente de voltar ao mundo de Mercy, Adam e Samuel e esta acaba por ter um decisão importante sobre Adam, especialmente depois de ouvir que Adam a reivindicou como sua companheira na frente de todo o bando.
Este livro, mostra um olhar mais profundo sobre o que Mercy é capaz de fazer, é cheio de acção e grandes reviravoltas, mostra-nos um outro lado da relação dela e de Adam, e o papel de Adam neste livro é muito importante e o relacionamento dos dois nunca mais vai ser o mesmo.
A história tem uma cena que realmente não estava nada à espera é surpreendente e dolorosa e estou curiosa para ver como a autora a vai abordar no próximo livro.
Tenho pena que estes livros tenham deixado de ser publicados, dado que são livros muito bons de Urban Fantasy, com personagens cativantes e história cheia de acção para quem gosta deste género aconselho.






terça-feira, 25 de junho de 2019

Demência - Célia Correia Loureiro - Opinião - CoolBooks


Sinopse: Numa pequena aldeia beirã, duas mulheres de gerações diferentes leem o seu destino nas mãos de um mesmo homem: Letícia foi vítima de um marido ciumento e manipulador, e Olímpia é a mãe extremosa desse agressor.
Mas quando Letícia regressa para assistir Olímpia, aos primeiros sinais de demência, os traumas que traz na bagagem ameaçam estilhaçar o silêncio conivente dos aldeões. Ainda que ostracizada, Letícia esforça-se por esquecer os tumultos do seu casamento, enquanto Olímpia pede ajuda ao amigo de infância, Sebastião, para reconstruir as próprias memórias e entender o que se passou com o seu único filho.
Demência traz-nos, através das vivências destas duas mulheres, a dura realidade de um Portugal rural e ainda tendencioso, e faz-nos repensar o significado de família e de comunidade, de inocência e de culpa.

Opinião: Obrigada Célia por esta história fabulosa, uma realidade nua e crua que nos faz querer acompanhar todas as personagens sem vontade de pousar o livro.
Demência transporta-nos para o ambiente de aldeia, onde todos se conhecem, todos falam da vida  dos outros por vezes muito pouco dado ao perdão e na sua maioria muito machista e é aqui que nos deparamos com a história de vida de Olímpia e Letícia, duas mulheres que não parecem ter nada em comum mas afinal são mais parecidas do que à primeira vista parece.
Letícia vai em auxilio da sua sogra Olímpia que começa a demonstrar os primeiros sinais de Alzheimer, esta espera recomeçar a sua vida de novo com as suas filhas  mas esta jornada nada terá de serenidade mas sim de ódio, preconceitos e de luta o que acabou por despertar um sentimento de conexão com todo aquele ambiente devido aos pormenores da escrita.
Ao longo dos livro vamos conhecendo e esmiuçando o passado de cada personagem e é fascinante irmos analisando o comportamento humano e as reacções às acções, os temas como violência doméstica, demência, aborto, alcoolismo são todos temas abordados no livro sem lamentações, mas de forma a não se tornar uma leitura pesada.
Cada personagem que vai aparecendo na história, encaixou de forma perfeita em toda a trama e foi muito interessante acompanharmos as histórias de vida de cada uma delas e a mensagem que cada uma acabou por transmitir.
Em suma, simplesmente aconselho a lerem este livro, apesar de todos os temas fortes que aborda esta é uma história de amor, amor maternal, amor pelo outro, amor pelos amigos, é um livro muito bem construído e profundo. 
 


domingo, 16 de junho de 2019

Fantasmas da Mente - Paul Tremblay - Opinião - Topseller Editora



Sinopse: A vida da família Barrett fica virada do avesso quando Marjorie, de 14 anos, começa a demonstrar sinais de esquizofrenia aguda. E quando nem os médicos conseguem impedir os bizarros episódios e o declínio mental da jovem, a família, desesperada, recorre à orientação de um padre católico. Este, acreditando que Marjorie está possuída por um demónio, apresenta-lhes a solução: executar um exorcismo.
Interessado em documentar a presença demoníaca, o padre entra em contacto com uma produtora de televisão e convence o pai de Marjorie a permitir que o exorcismo seja transformado num reality show. Em pouco tempo, a casa torna-se um circo de horrores mediático, dissecado pelo público que, em choque, assiste a tudo.
Quinze anos depois do sucesso do programa e da tragédia que assolou os Barretts, uma autora decide desenterrar a história com o testemunho de Merry, a irmã mais nova de Marjorie. Ao recordar-se do que viveu quando tinha apenas 8 anos, Merry traz a lume uma narrativa repleta de terror psicológico. E ninguém vai ficar indiferente às questões que levanta: memória e realidade, ciência e religião… e a verdadeira natureza do mal.
Afinal, que fantasmas se escondem na antiga casa da família Barrett?

Opinião: Quando acabei de ler este livro, tive que parar, sentar e pensar o que raio aconteceu aqui?
Definitivamente este livro não irá agradar a todos, mas sem dúvida que a história é desconcertante.
O livro começa com Meredith 'Merry' Barrett, de 23 anos a voltar à casa onde quinze anos antes a sua irmã mais velha, Marjorie, havia sido tema de um reality show em seis partes chamado A Possessão.  O reality documentou a possessão aparente de Marjorie por um demónio, e agora Merry está a ser entrevistada por uma escritora de best-sellers para contar o seu lado da história, mas como se lembra Merry dos eventos que ela testemunhou quando tinha oito anos de idade e as suas memórias do que aconteceu para colidir com aqueles documentados pela versão do documentário perguntamos, qual a versão é de facto a correta?
O autor aqui de forma muito inteligente não só brinca com a questão da memória e da realidade através das lembranças actuais de Merry, mas lança outra voz Karen Brissette que descortina todo o documentário e de forma brilhante referencia vários filmes de terror para justificar as cenas que iam acontecendo no reality.
Tudo isto tem  o efeito de colocar dúvidas na mente do leitor sobre se as lembranças de Merry são completamente precisas, se a versão editada da realidade é confiável, ou se Marjorie estava de facto possuída ou apenas uma adolescente psicologicamente problemática. A beleza de Fantasmas da Mente é que existem várias interpretações possíveis dos eventos e que as conclusões tiradas por um leitor podem ser muito diferentes das tiradas por outro.
Em suma é um livro muito bem escrito, certo é que não mete medo nenhum mas irá dar a volta à cabeça de quem o ler.




quarta-feira, 29 de maio de 2019

Eterna Saudade - Lia Habel - Opinião - Editora Contraponto




Sinopse: No ano 2195, em Nova Vitória (uma nação altamente tecnológica baseada nas maneiras, na moral e na moda da antiga era), uma jovem da alta sociedade, Nora Dearly, está mais interessada na história militar e nos conflitos políticos do país do que nos chás e bailes de debutantes. Contudo, após a morte dos pais, Nora fica à mercê da autoritária tia, uma mulher interesseira e esbanjadora que desperdiçou a fortuna familiar e agora pretende casar a sobrinha por dinheiro. Para Nora, nenhum destino poderia ser pior – até que sofre uma tentativa de sequestro por parte de um grupo de mortos-vivos.Isto é apenas o início. Arrancada do mundo civilizado, vê-se subitamente numa nova realidade que partilha com zombies devoradores, misteriosas tropas vestidas de preto e «O Lázaro», um vírus fatal que ressuscita os mortos tornando o mundo num inferno.

Opinião: Num mundo em que todos ignoram um guerra iminente, parece que todos escondem segredos. Em Nova Vitória, uma sociedade pós-apocalíptica em que supostamente tudo parece perfeito vai sofrer uma grande revira volta uma vez que dentro da sociedade Punk os rebeldes que odeiam tecnologia algo está a acontecer e é aqui que a nossa protagonista Nora  uma jovem da Nova Vitória acaba por ser raptada por algo que ela nem imaginava existir zombies, e a nossa história começa a ganhar forma.
Lia Habel constrói um mundo com uma tecnologia futurista, mas com pitada de história e de acção onde vamos acompanhando o desenrolar da história através do ponto de vista de várias personagens, acabando por ser curioso para perceber como todas se iriam encaixar.
A nossa protagonista Nora é filha de um cientista e ao contrários das outras raparigas tem interesse na guerra e no governo, quando acaba por ser raptada por zombies acaba por encaixar-se perfeitamente neste louca mistura entre zombies e vivos, sinceramente não consegui achar grande piada a esta protagonista, penso que não trouxe nada novo em termos das suas características que pudessem entusiasmar a leitura.
Depois temos Bram. um zombie racional dado que neste mundo construído por Lia existem os zombies cinzentos que se comportam de forma mais animal e os zombies tipo Bram que ainda têm as suas mentes intactas e que lutam contra os outros zombies. Bram é uma personagem com algumas passagens engraçadas e é o zombie que Nora acaba por criar uma grande ligação, mas o amor desenvolvido um pelo outro não me fez arrancar suspiros.
Tal como foi dito anteriormente, vamos acompanhando os vários protagonistas neste mundo louco de zombies e vivos em que se luta para encontrar uma vacina, e aquele final dá um twist que para mim desnecessário para a continuação de um novo livro.
Em suma Eterna Saudade foi um livro que talvez por só o ter lido agora ao fim de 7 anos de ter sido publicado em Portugal e de já ter lido tantos livros dentro deste género ao longo deste tempo não me entusiasmou, foi um livro em que a leitura se arrastou, não consegui criar empatia com as personagens e por vezes achei a história um pouco sem pés nem cabeça.






segunda-feira, 13 de maio de 2019

Depois - Rosamund Lupton - Opinião - Civilização Editora



Sinopse: É um incêndio e eles estão lá dentro.Eles estão lá dentro...
Fumo negro mancha o céu azul de verão. Uma escola está a arder. E uma mãe, Grace, vê o fumo e corre. Sabe que Jenny, a sua filha adolescente, está lá dentro. Corre para o edifício em chamas para a salvar. Depois, Grace tem de descobrir a identidade do autor do incêndio e proteger a sua família da pessoa que continua determinada a destruí-los a todos. Depois, tem de forçar os limites da sua força física e descobrir que o amor não conhece limites.

Opinião: Tal como diz na sinopse o livro Depois conta-nos a história sobre um incêndio, onde Grace corre para dentro do edifício para resgatar a sua filha Jenny que sabe que se encontra dentro do mesmo, mas Grace acaba por sofrer um acidente ao tentar resgatar a sua filha e acorda no hospital, mas tanto Grace e Jenny estão numa espécie de limbo e acabamos por acompanhar estas duas personagens numa tentativa de descobrir se o incêndio foi criminoso, ao mesmo tempo que as relações familiares e o amor são postos à prova.
O livro transporta-nos para uma emocionante montanha russa, em que emoções são esticadas até ao limite, ao mesmo tempo que acompanhamos um mistério em que muitos podem ser os culpados.
Se inicialmente, podemos desanimar pelo elemento fantasmagórico isso não acontece dado que o que a autora consegue fazer é concentrar-se na emoção de tudo e não propriamente no lado espiritual, achei muito interessante o facto de podermos ver através de Grace e Jenny o que está a acontecer com os seus entes queridos, enquanto assistem frustradas para entender o que realmente aconteceu, acabando por ver um lado das pessoas que pensavam que conheciam. 
Gostei bastante do livro, é uma história de amor entre família com um mistério à mistura, Rosamund Lupton consegue explorar a emoção humana de forma muito real e honesta, os seus livros acabam por não ter um final convencional e feliz, mas tornam-se mais ricos por isso.






quinta-feira, 18 de abril de 2019

Um Fio de Sangue - Ann Yeti - Opinião - Emporium Editora




Sinopse: Ela tem uma paixão secreta. Ele, um trauma profundo. Ambos ergueram barreiras dolorosas de transpor. A história de um amor maior do que a vida.
A obra Um Fio de Sangue faz-nos mergulhar no desconhecido que leva ao amor, à fantasia e à entrega. A narrativa pauta pela intensidade de emoções, sensações, apelando aos nossos sentidos.
A autora guia-nos na viagem surpreendente da relação entre os personagens principais.
Uma história de desejo, fantasia, entrega e amor com um final de cortar a respiração.

Opinião: Este livro foi gentilmente cedido pela autora, de forma a poder dar a minha honesta opinião sobre o mesmo.
Um Fio de Sangue, conta-nos a história de Joana e Tomás cada um assombrado com os fantasmas do passado ele o típico mulherengo de discoteca e ela enamorada por ele. Os dois acabam por envolver-se, remetendo-me o inicio da relação a lembranças do livro cinquenta sombras de Grey, após o que parecia ser uma bonita história de amor, devido aos fantasmas do passado de Tomás este acaba por tomar uma atitude que altera a relação deste e de Joana e o fim do livro para mim acaba por ser o mais surpreendente.
Li o livro muito rapidamente,gostei da escrita cuidada da autora assim como as notas de rodapé para mim demonstram atenção para com o leitor e o facto de não serem capítulos longos ajuda. Em termos de personagens não me cativaram penso que a história de ambos não trouxe nada de novo em termos do que já existe neste género de literatura, mesmo as partes sensuais apesar de bem escritas não me conseguiram ligar ás personagens.
Tenho pena que a única coisa que me tenha surpreendido, tenha sido o final das personagens, esperava um livro em que a história me conseguisse agarrar, mas infelizmente senti que não me trouxe nada de inovador.
Em suma cada pessoa tem o seu gosto pessoal e encara uma história de maneira diferente, por ter sentido isto com este livro, não devem deixar de dar uma oportunidade ao mesmo, leiam e tirem as vossas próprias conclusões. 


sexta-feira, 22 de março de 2019

O Beijo das Sombras/ Promessa de Sangue - Richelle Mead - Mini Opiniões - Contraponto Editora




Sinopse: A Primavera chegou à Academia de São Vladimir, e Rose Hathaway está quase a graduar-se. Chegou também o momento em que Rose tem de lidar com os seus pensamentos cada vez mais sombrios, o seu comportamento errático, e pior que tudo, ela acha que anda a ver fantasmas... Tudo isto porque teve de matar os seus primeiros Strigoi.E enquanto Rose põe em dúvida a sua própria sanidade mental, novas complicações se avizinham: Lissa recomeça as experiências com a sua magia, o seu inimigo Victor Dashkov pode ser posto em liberdade, e a relação proibida de Rose e Dimitri aquece mais uma vez. Mas quando uma ameaça mortal que ninguém podia prever transforma todo o seu mundo, Rose terá de arriscar a própria vida e escolher entre as duas pessoas que mais ama.

Opinião: Neste livro acabamos por ter mais drama e conflito em termos de enredo, Rose continua a tentar tornar-se uma guardiã mas os seus esforços começam a ser postos em causa devido a alguns novos desenvolvimentos, nomeadamente pelo facto de começar a ver fantasmas, especificamente o seu amigo Mason.
A amizade de Rose com outros personagens também vai crescendo, principalmente com Christian uma vez que vão acabar por passar muito tempo juntos e é muito engraçado de observar esta divertida e sarcástica amizade, temos também Adrian o eterno apaixonado por Rose continua a ser uma personagem interessante de acompanhar, por fim temos Lissa que neste livro principalmente no final acaba por ter acções não muito abonatórias mas que reflectem o que pode acontecer nas amizades entre adolescentes.
Por fim, o relacionamento entre Dimitri e Rose aprofunda-se, e os sentimentos que têm um pelo o outro estão em clara evidência, mas aquele final vai deixar os fãs desta série estupefactos e à beira de um ataque de nervos.


Sinopse: A saga continua e uma vez mais o amor tem de superar todas as dificuldades.
A vida de Rose Hathaway nunca mais será a mesma… O recente ataque à Academia São Vladimir devastou por completo o mundo dos Moroi. Muitos morreram e os poucos que foram levados com vida pelos Strigoi esperam um destino ainda pior… Porém, apenas uma vítima importa: Dimitri Belikov. Rose vai ter de escolher entre cumprir a sua promessa e proteger Lissa – a sua melhor amiga e a última das princesas Dragomir – ou abandonar a Academia e dar caça ao homem que ama.
Deverá Rose ir até ao fim do mundo para encontrar Dimitri e cumprir a promessa que ele lhe suplicou que fizesse? Terá ela força para destruir Dimitri ou irá sacrificar-se pela oportunidade de um amor eterno?

Opinião: Promessa de Sangue começa exactamente onde terminou o Beijo das Sombras, um massivo ataque de Strigoi deixou a St. Vladimir's Academy a tentar lidar com a multidão de baixas (Moroi e Dhampir).
A tentar cumprir um promessa Rose parte para a Sibéria e aqui acabamos por ter uma visão mais ampla do mundo sobrenatural, acabamos por conhecer novas e interessantes personagens ( Abe e Sydney) acabando por proporcionar a Rose o ter que enfrentar o mundo real o que a ajuda a amadurecer.
Um dos aspectos mais comoventes da história é a jornada até à cidade natal de Dimitri, onde Rose encontra a sua mãe, avó e irmãs, isso acaba por proporcionar uma compreensão mais profunda da cultura dhampir.
Rose também ganha uma compreensão mais profunda dos Strigoi neste livro, a violência do seu estilo de vida é mostrada em toda a sua glória brutal, bem como o fascínio da sua liberdade de mortos-vivos.
Este livro acaba por seguir mais a jornada de Rose, mas podemos perceber o que vai acontecendo com os outros personagens nomeadamente Lissa/Adrian e Christian devido à conexão entre Rose e Lissa e se para Rose as coisas não estão fáceis para Lissa a sua jornada também se torna complicada.
A história tem um bom equilíbrio entre acção e drama com muitas reviravoltas, os eventos que aconteceram em o Beijo das Sombras transformaram o mundo de Rose de cabeça para baixo, as personagens estão a mudar e as aventuras estão a ficar mais perigosas à medida que a série se dirige lentamente para o seu clímax.